Destruindo Clássicos: Superman All Star!

 

allstarsuperman
Mais uma semana, mais um trabalho do The Nada aqui no Destruindo Clássicos! A coluna que falo mal de grandes obras ou porque eu acho ruim mesmo ou só pra atrair audiência. Mostrando como é fácil chatear os outros. Como falei bem do Grant Morrison no texto anterior, hoje venho aqui estrear os quadrinhos na coluna, com o clássico absoluto: “Grandes Astros, Superman”. Segure seu absorvente, beba uma água, respire fundo e venha ler essa maravilha.

Usar essa imagem num post que vou falar mal dessa obra é o cúmulo da babaquice até pra mim.

Usar essa imagem num post que vou falar mal dessa obra é o cúmulo da babaquice até pra mim.

Grandes Astros foi uma série mensal com a proposta de pegar grandes nomes do meio quadrinístico para reciclar as origens dos heróis clássicos da DC. Frank Miller faz isso com grande maestria em Grandes astros: Batman & Robin. Enquanto Morrison tenta em Grande Astros Superman. A premissa é bem simples, Superman, Kal-El recebe uma descarga radioativa do sol muito mais forte que o comum (muito mais forte mesmo) aumentando muito sua força e também criando um efeito adverso de destruição celular. Ou seja, Superman está realmente morrendo dessa vez.

 

A HQ toda são várias histórinhas sem graça do herói enquanto ele espera pra morrer: Lois ganha superpoderes por um dia, Kent tem que visitar Luthor na prisão onde acaba salvando a vida do vilão atrapalhado diversas vezes, sem ser descoberto como Superman. Bem no estilo Mr. Bean ou Inspetor Clouseau. CARALHO CARA EU QUERO VER PORRADA EXPLOSÃO E COISAS SOMBRIAS (Batman♥)!!! PORQUE VOCÊ, SEU CARECA, FICA COLOCANDO ESSAS COISAS FOFINHAS DURANTE TODA A REVISTA?!!!! Chegamos até a história mais desnecessária de todas que é o Super indo para o Planeta Bizarro. Onde ele tem que resolver os problemas de lá numa cópia escancarada de uma outra obra, horrível por sinal, do próprio escritor: Terra 2. Única parte divertida é ver o Flash reverso correndo quase de ré AHAHAHAHA. Em algum momento, querido careca faz mais uma quebra da quarta parede mais um auto-plágio agora do Homem Animal. Só que essa referência a Joe Shuster e Jerry Siegel foi tão fraca que me passou completamente despercebido.

 

 

 

Como último prego no caixão dessa obra disgramada, vamos falar do artista Frank Quitely. Quem falou pra esse maluco que todos os humanos no mundo tem o rosto igual? Comparem as imagens:

frank_quitely_event

new-x-men-frank-quitely

 

superman

Nem sei mais o que falar sobre esse “artista”, tinha que ter sido melhor influenciado. Quitely comece a estudar grandes obras de mestres como Steve Dillon! Ai você vai saber fazer expressões diferentes para cada personagem!!!

Encerro aqui mais um “DESTRUINDO CLÁSSICOS”. A coluna para causar achaque em fã e caçar pageview do modo mais filha da p%$ possível!!!! Grande beijo até semana que vem!!!

http://lerpg.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s